Terra de Sabores

Biscoito da Teixeira

Biscoito da Teixeira – o genuíno –, presente em todas as festas e romarias do Norte de Portugal. Trata-se de um biscoito tradicional que, apesar da divulgação da receita – uma vez que também se confeciona noutras terras bem próximas – tem um segredo que lhe confere o sabor único e característico do “verdadeiro” biscoito da teixeira, segredo esse que só as pessoas da terra – que o produzem há muitos anos, ou aprenderam a fazê-lo com os seus antepassados –, sabem.

Este biscoito não tem a sua origem histórica bem definida, mas sabe-se que o seu nome deriva da terra onde supostamente terá surgido – freguesia da Teixeira. Atualmente é comercializado em festas e romarias por todo o país.

Existem dois tipos de biscoito da Teixeira, um mais comum, que se encontra com relativa facilidade nas feiras e romarias do concelho de Baião ou nas terras próximas; e um outro, confecionado em alturas especiais, denominado biscoito fino. Este biscoito fino tem como característica o facto de levar pouca água e uma forma de cozedura diferente.

Continuar a ler


Confecionar o Biscoito da Teixeira

Ingredientes utilizados: açúcar amarelo, farinha, ovos, sal, limão, fermento.

Modo de preparação: mistura-se todos os ingredientes, à exceção da raspa de limão, até se obter uma massa uniforme. Depois junta-se as raspas e um pouco de sumo de limão. Unta-se com um pouco de azeite ou óleo vegetal a forma, de preferência em ferro forjado. Coloca-se a massa na forma, e depois no forno bem quente, de preferência num forno a lenha para tentar manter o sabor típico, e espera-se até estar cozido. Após tudo isto desenforma-se e degusta-se frio ou quente.

Sugestão: Clique nas imagens para ampliar.

Recolher Texto

About the author

Assuntos relacionados